12 de junho de 2011

Certidão de Nascimento



Olá pessoal,

Voltei, como bem podem perceber...rs Estive ocupada com outras coisas fora do mundo literário, estive cuidando da "chata" vida cotidiana.... Tentando ter um lugar ao sol nesse mundo de Deus meu....

E retorno com uma novidade: mandei meu primeiro livro para a primeira editora da lista. Não vou aqui revelar o seu nome, por precaução e para não criar expectativas (tanto em mim, quanto em vocês).

Foram 5 anos preparando um livro e esboçando outros futuros. Apenas 1 dia para destruir tudo e oito meses para correr atrás do que parecia perdido, tempos de loucuras, noites mal dormidas e sede doentia por literatura...

Ontem enviei o manuscrito pelo correio e pedi para Deus abençoar cada selinho e carimbada que o envelope levou do atendente comercial. As editoras são muito exigentes, gostam de um original organizado, limpo e mais simples possível, nada da capas bonitas, cheias de alegorias, e papeis personalizados. Quanto mais sutil na apresantação o autor for, acho que mais crédito levará.

Já li várias coisas mirabolantes na internet de como se apresentar para um editor, coisas loucas, tipo envelopes extravagentes, caixas enormes, e até algum "bonus surpresa". Bom queridos, nada disso funciona, até nosso novo espadachim da literatura fantástica brasileira Eduardo Spohr e sua trupe do Apocalipse foram negados diversas vezes por editoras: sua falha foi apresentar um original com a cara perfeita de um livro, com brochura e tudo... Sinto-lhes dizer que as grandes editoras nem chegam a abrir originais que são enviados dessa maneira, elas querem conteúdo, não "forma"...

Há discussões acaloradas por aí: é importate ou não ter o registro da obra na Biblioteca Nacional? Uns dizem qu é coisa inútel, não serve pra nada, só gastar dinheiro, outros aconselham que seu livrinho tenha uma "certidão de nascimento". Há editoras que não aceitam livros sem o registro ou averbação da BN, outras apenas lembram o autor a se precaver, mesmo assim, aceitam a obra não registrada.

Bem, pelo sim ou pelo não, o melhor é ter aquela certa garantia dos direitos autorais, de alguma forma o registro impede que sua obra seja copiada na "cara dura", ou seja, nos mínimos detalhes. O autor passa a ter mais segurança, ainda mais nos dias de hoje, em que a internet tem sido um grande veículo para a disseminação literária.

Fiquei sabendo como registrar uma obra na BN por uma colega da faculdade e para você que tem alguns manuscritos entro da gaveta ou jogados debaixo da cama como eu, vou ensinar aqui passo a passo como preparar um original para ser registrado, ok? Pega a caneta aí, ou melhor, Ctrl+C e Ctrl-V.

Bom, vamos ao primeiro passo: connhecer o site da BN, façam a festa!



FundaçãoBibliotecaNacional

Ok, depois de terem dado uma olhada, vamos a parte que interessa. Para obter o registro na BN, vocês terão de se valer da quantia de 20 reais para pagar o serviço, sendo que, este é o valor para pessoa física. O boleto é gerado pelo site, através da GRU, é só vocês seguirem a opção Serviços a Profiosionais; Escritório de Direitos Autorais; Registro ou Averbação, lá terão o link que dará o acesso a Guia de Recolhimento da União(GRU). Bom, o boleto não vem com validade para vencimento, assim ninguém precisa correr para preparar a papelada seguinte...

Organize todo seu manuscrito, seja ele de poesia, contos, crônicas, romance, seja o que for e faça um sumário. Não esqueça de enumerar suas páginas pois precisarão saber o total delas para preencher o Formulário de Requerimento de Registro ou Averbação. A ficha está no site.


Tendo organizado toda a obra, enumerado e feito o sumário, O próximo passo é preencher uma Folha de Identificação, que deverá ser encardenada com a obra.




Depois todas as folhas encardenadas devem ser assinadas com a mesma assinatura do R.G. Uma cópia da identidade e do CPF devem ir no envelope junto da obra, bem como o Formulário de Requerimento devidamente preenchido e o boleto com o comprovante de pagamento. Para garantir, vocês podem tirar uma cópia do que estão mandando e fazer um arquivo. O endereço da BN está no formulário. Para quem ainda não tem cadastro na BN, a obra passa 3 meses para ser catalogada, então, tenham um pouco de paciência, pois receberão o registro de volta pelo Correio.

Espero ter ajudado. Até a próxima.

Laísa C.

7 Outras confissões...:

Christian disse...

Vi que andou sumida mesmo Laisa, sei como é a dedicação em escrever um livro, tenho vários aqui prontos para publicar, esteja preparada, com alegorias ou não, dependendo o tamanho da editora, nem sequer será lido, editoras grandes recebem muitos por mês, só se o seu chamar muito a atenção mesmo. Até as pequenas editoras fazem cu doce, imagine as grandes, mas o importante é não desistir, existem as editoras on demand. Não há problema algum em começar pelo primeiro degrau. Registrar é imprescindível e não é caro, caro será se seu livro for um sucesso e você não ver um cent dele porque foi plagiado. Desejo sorte em sua caminhada literária.

Laísa C. disse...

Olá caro Cristian,

obrigada pelo seu retorno, é andei sumida mesmo, cuidando do livro e de outras coisas que a vida exige e tbm deixando de cuidar de outras...rs
Sim, pequenas ou grandes, as editoras nem sempre lêem tudo que recebem, é até de praxe isso acontecer, devido ao sistema arcaico que ainda perdura no processo de seleção. Sendo assim, começa o árduo trabalho de apresentação de originais, será ideial quando nossa obra se encaixar no perfil de alguma boa editora, seja ela grande ou pequena...

Obrigada peleo comentário..
Espero seu retorno..

Christian disse...

Sempre retornarei aqui Laísa, também já me tornei um fã. Interessante sua história sobre Harry Potter e muito obrigado pelo desejo de melhoras, estou evoluindo muito, a entorse foi de um grau meio elevado, então teve muita chatice de imobilização, gelo, repouso (algo que não suporto, sou muito ativo, haha) e agora os exercícios de fisioterapia. Mas não há mal que dure para sempre.
Sorte para nós em nossos livros!

Christian disse...

Quando fiz a postagem F.U.C.K estava mesmo com muita dor. haha. Querendo mandar tudo pro inferno! Agora estou melhor, obrigado, me recuperando aos poucos, mas já caminho sem bota imobilizadora.
Acabei de fazer uma postagem nova, mas é só mimimi. haha. Estou puto com este blogue!

Laísa C. disse...

É, Harry Potter me conquistou pelo avesso...
Desejo a você melhoras, continue se cuidando!
Obrigada pela visita!

Mensageiro Obscuro disse...

Sua explicação é muito prática, quem dera se tantos autores soubessem desses detalhes, logo seria muito fácil para eles registrarem suas obras.

Laísa C. disse...

Olá Mensageiro,
fico grata pela visita...
Compartilho com os colegas autores um pouco daquilo que sei e espero que aproveitem isso...
espero seu retorno!

Postar um comentário